23.4 C
Gaspar
21/09/2121

Julho amarelo conscientiza sobre prevenção a hepatites virais

A Prefeitura de Gaspar destaca a Campanha do Julho Amarelo que conscientiza sobre prevenção a hepatites virais. A campanha ganhou forças em 2010 quando, a pedido do Brasil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. A cor é uma alusão às pessoas acometidas pela hepatite onde algumas podem apresentar pele e olhos amarelados. Em 2015, por intermédio de um PL, foi aprovada a lei do Julho Amarelo, onde prevê a disseminação de ações preventivas à doença e suas variantes em todo território nacional.

“É importante anualmente darmos destaque a este assunto sendo que é uma doença perigosa, mas que temos medicação e tratamento gratuito, que com certeza fará a diferença se tratada rapidamente”, destaca a secretária de Saúde Silvania Janoello dos Santos.

Em Gaspar, a Secretaria da Saúde, através da Diretoria de Vigilância em Saúde trabalha com ações preventivas, bem como informar a população sobre o que é a doença e como se prevenir. A hepatite viral é uma inflamação que ocorre no fígado e que resulta em alterações na saúde de forma leve à grave. É um grande problema de saúde que deve se dar devida atenção, já que muitas vezes são infecções que começam de forma silenciosa. Mas outros sintomas também podem ser presenciados como pele e olhos amarelados, mal estar, cansaço, febre, dores abdominais, urina escura, fezes claras e tontura. “Devido ao momento pandêmico, não serão realizadas ações externas, mas vale aqui o incentivo à realização dos testes de detecção, uso do preservativo distribuídos nas Unidades de Saúde e demais cuidados de higiene pessoal que previnem a doença”, reforça a enfermeira e diretora de Vigilância em Saúde, Jicéli Petró.

Nessa região as hepatites mais comuns são denominadas hepatite A, B e C. A Hepatite tipo A, (HAV), é a mais branda delas, porém o nível de letalidade aumenta conforme a idade da pessoa. A forma mais comum de se pegar é via oral-fecal, ou seja com o contato das fezes com a boca. Está altamente relacionada à falta de saneamento básico, higiene e má alimentação. Dentre os sintomas estão dores musculares, gastrointestinais, febre, constipação ou diarréia. A doença não tem tratamento específico e acaba sendo combatida com os anticorpos do organismo, mas é importante o acompanhamento médico, principalmente quando há perda de líquidos. Felizmente há uma vacina que faz parte do calendário infantil de vacinação.

Já a Hepatite do tipo B, (HBV), assim como a C, são as versões que levam ao quadro crônico da doença. Mas, na maioria das vezes, os sintomas não são inicialmente desenvolvidos, isso faz com que a pessoa passe por até mesmo anos sem saber que tem a infecção. O estado avançado da doença faz com que o fígado fique com sua estrutura fibrosa, tornando-o pouco eficiente, podendo resultar em câncer e a necessidade de transplante do órgão. O vírus está presente no sangue e secreções, sendo considerada também uma doença sexualmente transmissível. Compartilhamento de objetos pessoais cortantes, uso de drogas injetáveis também são maneiras de transmissão da variante. O diagnóstico é realizado via testes rápidos, oferecidos nas Unidades de Saúde do Município. O tratamento é realizado com medicação (distribuída gratuitamente na rede de saúde) que não curam da hepatite, mas retardam o seu desenvolvimento. A vacina também consta no calendário infantil de vacinações.

Hepatite tipo C, (HCV), é a versão mais severa, sendo que costuma levar a quadros agudos e na maioria das vezes, crônicos. Ou seja, está altamente relacionada aos casos de cirrose hepática. Considerada uma epidemia mundial, no Brasil, pessoas com mais de 40 anos são as que mais a desenvolvem. As formas de transmissão são também compartilhamentos de objetos pessoais e constantes e/ou perfurantes, contato com sangue contaminado e relações sexuais sem preservativo. Não há manifestação de sintomas ou é muito rara. O diagnóstico é realizado através de testagem espontânea, por isso a importância da disseminação destes conhecimentos. O tratamento é realizado com medicação via rede pública de saúde e tem alta taxa de cura, se tratado rapidamente.

A Prefeitura de Gaspar ressalta a importância de se estar em dia com as vacinas contra as hepatites e de realizar periodicamente as testagens rápidas que são feitas nas Unidades de Saúde. Além de manter hábitos saudáveis de higiene, alimentação, sexo seguro, consumo moderado de álcool, evitar compartilhar objetos pessoais, perfurantes, cortantes. Dentre outros hábitos que previnem a doença. Atentar-se principalmente aos tipos B e C, onde neste primeiro não há cura, e os sintomas podem demorar muito tempo para se manifestar. Já neste segundo, não há sintomas, mas há cura se tratando rapidamente, que só será possível detectar com testagem rápidas frequentes.

Notícias Relacionadas

Assinada ordem de serviço para tapa-buracos na BR-470, no Vale do Itajaí

O transtorno causado aos motoristas pelos buracos na BR-470, no Vale do Itajaí, está com os dias contados. Ao menos, é isso que espera...

Boletim da Covid-19 aponta óbito de moradora do bairro Sete de Setembro

Nesta segunda-feira, dia 20 de Setembro, Gaspar confirmou mais 64 novos casos de coronavírus. Ao todo, 12.263 gasparenses já contraíram o vírus. A UTI...

Governo do Estado quer criar “bolsa estudante” para combater evasão escolar

O Governo do Estado anunciou nesta segunda-feira, 20, a criação do programa Bolsa Estudante, com o objetivo de combater a evasão escolar. O Estado...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Assinada ordem de serviço para tapa-buracos na BR-470, no Vale do Itajaí

O transtorno causado aos motoristas pelos buracos na BR-470, no Vale do Itajaí, está com os dias contados. Ao menos, é isso que espera...

Boletim da Covid-19 aponta óbito de moradora do bairro Sete de Setembro

Nesta segunda-feira, dia 20 de Setembro, Gaspar confirmou mais 64 novos casos de coronavírus. Ao todo, 12.263 gasparenses já contraíram o vírus. A UTI...

Governo do Estado quer criar “bolsa estudante” para combater evasão escolar

O Governo do Estado anunciou nesta segunda-feira, 20, a criação do programa Bolsa Estudante, com o objetivo de combater a evasão escolar. O Estado...

Atleta Gasparense conquista bronze na 3º etapa do Catarinense de BMX

No ultimo sábado, 18 de setembro o Atleta da Fundação Municipal de Esportes e Lazer de Gaspar - FMEL, João Paulo Pereira participou da...

Gaspar retoma vacinação em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades

Nesta terça-feira, dia 21, Gaspar retoma a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. A Secretaria de Saúde liberou mais doses...
Envie uma mensagem!
Envie uma mensagem!